sábado, 25 de outubro de 2008

você morreu, o amor.

seria banal demais, ele disse.
eu?
não, o amor.
e pensar que jurei meu amor,
nossos olhos se entrelaçando, nossos corpos se olhando,
e cá estou eu mais um vez,
banalizando.

5 comentários:

joyce domingos disse...

oi....vc n me conhece,mas queria dizer que seu blo é muito bom...bom mesmo....

e vc tem um belíssimo gosto....

parabéns!

joy

arthur disse...

banalizando, mas sem deixar de acreditar...

Priscilla Boscariol disse...

beesha

lyh c. disse...

banalizando, mas sem deixar de acreditar...[2]

ps:vc pode me dizer qual o nome do filme que mostra essa cena que ilustra seu blog?=)

Lídia disse...

o amor mete medo. ;P