domingo, 12 de outubro de 2008

não tenho memória

Fico
imaginando que enquanto
rou as unhas,
estamos flutuando entre as pessoas
e
seus rostos
borrados de mesmice.
Eu não queria acordar, queria poder dizer

que sempre estive sonhando,
mas não durmo,

não consigo dormir.

3 comentários:

Lídia disse...

To insone tbm, passeando pelos blogs.

Paula Taitelbaum, uma escritora gaúcha que adoro, escreveu mais ou menos assim:

"Hoje roí todas as unhas
Quero menos eu em mim"

Lembrei qdo li o teu post e quis compartilhar, será que tem a ver? heheh

De qualquer forma,desejo bons sonhos pra vc, seja dormindo, seja acordada...

Bjs

Lídia disse...

Até fiz um post sobre ela, depois da uma olhada lá! Beijo

arthur disse...

e eu achava que meu problema era não querer acordar... vai ver que nem dormi ainda também!