terça-feira, 16 de junho de 2009

eu sou feita de você.

um cigarro após o outro,
a brisa que entra atropelando
pela janela impossível de se fechar
seu convite ao meu olhar
o segundo de fugir de si
já se passam meses.

uma mala,
uma estação,
esquece esse velho par
de lembranças riscadas
as fronteiras de você e eu.

foi hoje
e ainda assim eu me lembraria
como fosse
hoje.

eu,
você,
nós dois,
o beijo,
a cama
a chama compartilhada
a calma
desesperada.

dos meus sonhos
tuas saudades.

2 comentários:

Gabo disse...

porra
EU TE AMO DEMAIS.
EU ESTOU AQUI LOUCO POR VOCÊ E ABSURDAMENTE APAIXONADO.
não leve a mal o toque de pieguice dessa declaração.
é que é o máximo que meu cérebro pode processar nesse nível de catarse sentimental que estou agora.

Arthur disse...

um trem que sai da estação!